Se você deseja sair da casa dos seus pais ou mora de aluguel, com amigos ou parentes, a publicação de hoje terá condições de orientar você a dar o primeiro passa para um planejamento da compra do seu primeiro imóvel.

Na maioria das vezes o financiamento bancário é a opção de quem procura o primeiro imóvel, por conta disso, é importante saber que seu potencial de financiamento está diretamente ligado à sua renda e seu comprometimento financeiro.

Por ser um assunto muito técnico, é interessante que você tenha um acompanhamento profissional para realizar uma análise de seu crédito, porém, algumas ferramentas já existentes no mercado poderão ser de extrema importância nesse momento.

Se você mora de aluguel, já sabe quando custam as contas de água, luz, telefone, mercado e as demais rotinas que possam vir com o tempo, porém, se você ainda mora com alguém e ainda não tem esses compromissos, será de grande ajuda se você for uma pessoa financeiramente organizada, então, coloque na ponta do lápis quanto gastará e comece desde já a incluir em seu orçamento, os valores necessários para pagar por essas contas durante um tempo. (Uma sugestão e considerar estas despesas e criar uma “poupança” simulando este custo).  Se você achar que terá condições efetivas de honrar com estes compromissos, não terá tantas dificuldades em seu imóvel novo. 


Pesquisas mostram que um comprador pode levar até 24 meses para efetuar sua compra, desde o primeiro dia em que decidiu comprar um imóvel até a real data de assinatura do contrato. Sendo assim, o que você deve fazer nesse tempo?

Não comprometa seu nome com nenhum tipo de restrição que afetará em uma análise financeira, como financiamento de veículos, motos, empréstimos pessoais, consignados ou parcelamento de cartões de crédito.

Calcule os gastos, para isso, use aplicativos dedicados a área financeira ou faça uso do bom e velho Excel.

Não tenha pressa! Uma boa pesquisa fará com que você escolha o melhor negócio.

Procure uma pessoa capacitada para orientar nas questões de análise financeira e tipos de financiamento.

Se você não possui todo o valor para pagar a entrada, dê preferência para imóveis na planta, pois terá mais tempo para amortizar esses valores durante o período de obra.

A maioria dessas dicas servem para qualquer etapa de sua compra, porém, se tratando do primeiro imóvel, os cuidados devem ser maiores, pois você ainda não tem experiência com esse tipo de compra e a informação nunca é demais.

Para finalizar, segue uma lista de aplicativos que podem ajudar você com sua organização pessoal.

Dos 3 principais, eu recomendo fortemente a própria planilha do Microsoft Excel,  ao pesquisar por Finanças, o aplicativo oferece planilhas prontas para que você apenas alimente com suas informações:



2 – Organizze:

Organizze é o controle de gastos ideal para você, sendo o seu gerenciador financeiro a qualquer hora e em qualquer lugar! Com o Organizze, você terá suas finanças pessoais nas mãos, podendo mensurar seus gastos e recebimentos facilmente!


3 – Simulador Habitacional da Caixa Econômica Federal.

Apesar de simples, ele fará com que você tenha noção de qual será o valor de entrada, valor das parcelas iniciais e finais que o empreendimento que você deseja irá custar.

Vale lembrar que é uma Simulação, sendo assim, os valores são aproximados. Você só saberá os valores reais a partir do momento fizer uma análise real com um correspondente credenciado pelo banco.



Espero que essas dicas tenham ajudado que você possa realizar esse sonho da melhor forma possível.

Mas é importante lembrar, que um Corretor Profissional sério, sempre estará apto a lhe auxiliar e acompanhar neste processo com total confiança e transparência.

Caso tenha dúvidas, faça um comentário e responderemos assim que possível.


Por: André Vidal dos Santos
             Revisão Técnica: Cristiano Vargas